COMPETITIVO GUIAS NandoSonny

Dicas: como configurar controles do console

É importante saber configurar controles no console, afinal muitos jogadores sentem que alguns heróis não ficam tão bem na configuração do jogo, logo o leitor Marcelo Timóteo (siga ele no twitter que isso deu um trabalhão haha) se dedicou a fazer um guia completo da melhor configuração para os heróis:

AnaWidowmakerGenjiLúcioMercyReinhardtTorbjörnTracer

Overwatch é um jogo otimizado para PC, portanto é evidente que a configuração de controles não é totalmente adequada para os personagens no console, pra que joga de joystick. Lembrando que abaixo citarei botões para PS4, portanto se você joga no XBox One é só selecionar o botão correspondente.

Podemos mexer nas configurações gerais, que vão afetar todos os heróis do jogo. Aqui recomendo mexer apenas nas sensibilidades e na aba avançado caso goste de mira invertida e outras particularidades. Use um herói padrão no Campo de Treinamento, como por exemplo o Soldado 76 para configurar a rapidez de mira.

As configurações padrão são até boas, mas é melhor você testar novos valores para otimizar o jogo ao seu estilo. Depois de um update mais recente, você também pode escolher entre dois padrões de mira: Zona Dupla e Aumento Exponencial. Teoricamente a Zona Dupla é melhor, mas isso vai do gosto de cada um, portanto é legal dar uma testada nessa opção.

Aqui também dá pra mudar a cor do retículo do jogo. Eu recomendo que mudem, pois de outra cor, o retículo fica muito mais visível no HUD e ajuda a acertar os inimigos com melhor precisão. Eu recomendo que mudem para Verde ou Vermelho pois poucos personagens possuem skins nesses tons específicos, portanto a mira não vai se “misturar” a eles durante suas jogadas.

Configurado esse passo, podemos ir escolhendo herói por herói e modificando a sessão Movimento , Armas e Habilidades.

Ana e Widowmaker:

Aqui o recomendável é mexer nas configurações especiais da personagem, principalmente no que toca a Sensibilidade Relativa da Mira com Zoom, ou seja, quando ela usa o Scope da Sniper. No campo de treinamento, selecione essas personagens e teste a melhor sensibilidade pra você.

Isso é muito importante pois a mira da sniper usando os analógicos do controle podem ser um quanto espirituosa e o equilíbrio tem que estar perfeito. Se você achar que os bots de treinamento não estão sendo efetivos, crie uma partida contra IA no modo hard e teste até achar a sensibilidade ideal.

Lembre-se que as duas personagens tem focos diferentes, portanto talvez usar a mesma sensibilidade para as duas não seja muito efetivo. Aqui você também pode configurar o “Toogle” da mira, ou seja, “Alternar Zoom” permite que apenas com um toque do botão você entre na mira telescópica sem precisar ficar segurando.

Genji

Genji é o herói mais móvel do jogo, portanto estar sempre com os polegares nos analógicos esquerdos e direito faz muita diferença durante o gameplay. Infelizmente, ele é o único que não é possível otimizar 100% os controles e alguma vez você terá que tirar os dedos dos analógicos para realizar alguma skill. O maior trunfo do personagem é o pulo duplo, e poder pular e mirar ao mesmo tempo é muito efetivo.

No console é inviável pois o pulo é no botão X e pra isso você ou pula ou mira. Para resolver esse problema, na sessão Movimento, vincule o gatilho L2 no pulo, e o Disparo secundário no X. Você ganhará maior manobra, apesar de ainda ter que parar de mirar para soltar as shurikens horizontais no X, mas priorizar a habilidade passiva nesse caso é um pouco mais gratificante.

Lúcio

Lúcio é um personagem com uma mobilidade excepcional. Infelizmente, o Wallride se torna apenas um elemento de escape visto que o segurar o botão de pulo (X) para realizá-lo inviabiliza mirar (ou você desliza pela parede ou mira). Para tirar proveito de 100% do desempenho do herói no console, eu recomento alterar também, o botão do pulo para o L2, a Onda Sonora para o L1 e a Transição para o X.

Remover a transição do L1 não traz nenhum prejuízo para o personagem, já que é uma habilidade que não precisa de mira, e portanto pode ser ativada retirando o dedo do analógico esquerdo sem problema algum. No início será estranho mas acredite, logo você estará acostumado e aproveitando muito mais as habilidades do herói e ajudando bem mais a equipe. Um Lúcio que morre pouco tem grandes chances de levar a equipe à vitória.

Mercy

Mercy é outra heroína que se beneficia imensamente de alterações no controle. Ela possui uma otimização quase perfeita no que toca às habilidades, então recomendo mexer apenas nas configurações do herói e mudar o botão para troca de arma. É possível configurar as habilidades do Cajado de Caduceu para serem ativadas pressionando o botão apenas uma vez, selecionando-se a opção Ligado em “Alternar Conexão do Raio”. Dessa forma, você não precisará segurar os botões correspondentes para curar ou aumentar o dano do aliado, tendo mais folga para manusear o controle.

Para aumentar a eficiência como suporte, também recomendo que você desligue a opção “O anjo da guarda prefere alvos do raio”, principalmente se você deixou a alternação do bastão ligada, isso porque quando você está colado em um companheiro de equipe, o Anjo da Guarda fica travado nele, o que limita sua mobilidade.

Deixando a opção desligada, você fica livre para voar para qualquer aliado independente de quem você está curando ou buffando, e consequentemente dar suporte à equipe toda, fora que se você ficar em perigo, fica muito mais fácil fugir para longe se o anjo da guarda estiver desvinculado do raio do cajado.

Outro problema da Mercy é lentidão em trocar para o modo ofensivo com o Desintegrador de Caduceu. Por padrão, o botão para efetuar a troca é o direcional direito do D-Pad. Recomendo fortemente que você troque esse botão pelo clique do L3 (Analógico esquerdo).

O L3 (o famoso botão de correr, na maioria dos FPS atuais) não tem função nenhuma em Overwatch e pode ser incluído nas configurações sem prejuízos. Essa simples mudança faz com que as trocas sejam muito mais rápidas e que você não precise interromper o movimento durante a troca.

Reinhardt

Reinhardt possui uma opção exclusiva no que toca à sua barreira. Às vezes, no controle, é preciso tirar o dedo que estava segurando a barreira para conectar uma habilidade é a diferença entre um abate ou um fracasso. Recomento que você deixe a opção “Alternar Barreira” ligada. Isso permite que você mantenha o escudo erguido apenas tocando o botão, deixando os dedos livres para ativar as outras habilidades sem que ele tenha que abaixar o escudo antes pra isso.

Tobjörn

Assim como a Mercy, Tobjörn possui uma segunda arma, o Martelo de Forja. Às vezes apertar o direcional direito do D-Pad é complicado, portanto, assim como a Mercy, recomendo mudar o botão de troca de arma para o L3

Tracer

A Tracer é o personagem mais versátil do jogo, se encaixando muito bem em diversas situações. Entretanto, sua habilidade suprema depende um pouco da mira, e tirar o dedo do analógico direito para poder liberá-la pode acabar resultando em efeitos indesejados (todo mundo detesta errar um stuck em um alvo).

Como a Tracer não possui disparo secundário, o botão L2 é nada mais que uma cópia do Blink. Recomendo que você passe a usar o Blink exclusivamente no L1 e mude o botão da Bomba Eletromagnética para o L2. Sim, eu sei que mexer no botão justamente da habilidade suprema pode ser arriscado, mas uma vez acostumado, você vai errar bem menos na hora de prender uma bomba naquela Mercy prestes a ressuscitar a equipe rival. Se você estiver acostumado a “blinkar” no L2 e acha que não vai se adaptar, você pode mudar a suprema pro L1.

Quanto aos outros heróis, todos são perfeitamente jogáveis no console igualmente o são no PC, portanto fica a seu critério modificar algum parâmetro específico, como por exemplo sensibilidade para cada personagem, etc.

E você? Joga com alguma configuração diferente no console das que sugeri aqui? Espero que aproveitem as dicas e que se divirtam.

Sobre o autor | Website

Jogador de games desde quando me conheço por gente, Lord do Norte com habilidades questionáveis de estratégias, precisão de tiro em 25%, poder especial, criar trocadilhos.

Receba todas as noticias do mundo de Overwatch!

100% livre de spam.
  • Gabriel Bitdinger Medeiros

    Mt bom, me ajudou mt com o Lúcio kr, realmente a passiva dele fica inútil com o pulo no X. Mal dá pra você controlar se vai pra frente ou pra trás, imagina atirar. Agr vai ser mt mais fácil.