COMPETITIVO GUIAS Marcelo Timóteo

Obrigado pelo Suporte! Veja essas dicas.

Ser suporte é penoso, muitas vezes, sacrificante. Porém, jogar de suporte é extremamente importante e é uma função que não é depreciada pela comunidade do Overwatch. Diferente de outros jogos onde existe a função suporte, Overwatch leva muito a sério a função e jogar sem ela, é derrota em praticamente 90% das vezes. Hoje nós vamos falar da real função de um suporte, como jogador, e como você pode ajudar sua equipe a alcançar a vitória.

Seja o suporte fora do jogo

O jogador de suporte é muito mais do que um companheiro que cura os aliados ou oferece vantagens utilitárias. Um suporte deve possuir “game sense” elevado e observação acirrada do campo de batalha. Não por acaso, o jogo trabalha com áudio de uma forma seletiva, portanto é imprescindível que o suporte use fones de ouvido (preferencialmente com virtualização 7.1) pois essa é a classe que melhor escuta os perigos: Os passos de um Reaper pela backline, uma Tracer se aproximando, etc. É obrigação do suporte avisar quando ameaças assim se aproximam.

Um aviso antecipado pode salvar sua vida, e a da equipe inteira, preparando-a para counterar uma habilidade suprema, por exemplo. Não é por acaso, que muitos líderes de equipes jogam na função de suporte, pois como ele obtém informações mais claramente, fica mais fácil coordenar a equipe e formar estratégias em tempo real.

Aceite o fardo

Não é fácil ser suporte. É uma posição ingrata, muitas vezes leva a culpa por erros dos outros e muitas vezes não é protegido pela própria equipe. Não façam isso. Proteja seu suporte e serás recompensado. Note que, em streamings oficiais de campeonatos, os suportes são sempre o foco dos flanqueadores, exatamente porque sua importância é conhecida. E quantas vezes você já tentou matar um personagem que estava sendo curado por uma Mercy e não conseguiu? O jogador de suporte tem que se comunicar com a equipe para estar sempre ali e cumprir seu papel.

Cura não é tudo

Suporte não é só cura, diferente do que é muito discutido por aí. Lúcio oferece velocidade, Symmetra oferece proteção e retorno, Mercy aumenta o dano, Ana impede os inimigos de se curarem e Zenyatta oferece debuff. Focar apenas em cura é um erro, e isso pode levar sua equipe à derrota. Você não precisa estar na faixa de cura do Lúcio o tempo todo, principalmente se sua equipe está com saúde cheia (ou quase isso), você pode alternar as faixas para oferecer velocidade e vantagem para seus aliados perseguirem ou fugirem de inimigos.

Symmetra oferece proteção com suas sentinelas e gerador de escudo, além de causar dano aos inimigos, fora o teletransportador que age trazendo retorno rápido da equipe. Lembre-se, curar é importante, mas suas outras funções também são. Use a inteligência para entender melhor o que é necessário para sua equipe e salve o dia.

“Eu preciso de cura! 550x”

Sua equipe precisa de cura, muitas vezes todos ao mesmo tempo. Apesar de ser seu papel curar a todos, você talvez não consiga fazer isso sozinho. Converse com seus companheiros para que eles também procurem no mapa, healthpacks para se curarem sozinhos, e priorize aliados mais importantes no momento. Talvez salvar a vida de um tanque pode ser mais efetivo para o objetivo do que curar um DPS suicida que pede cura a cada 5 segundos (Genji, estamos falando de você).

Não se abale

Você deu seu sangue para ganhar a partida, mas infelizmente não deu… ok, tudo bem, vida que segue. Mas aí, no chat aparece uma torrente de xingamentos e críticas: “Não vi essa Mercy curando uma vez” (é cego) “Esse Lúcio tava um lixo, morria toda hora” (ninguém me protegia, o que você queria?) “Symmetra não, pelo amor de Deus! Já perdemos” (a partida nem começou e já estão xingando). Você é o suporte, fale com sua equipe, mostre que se importa. Se isso não funcionar, paciência, haverão grupos melhores em novos jogos.

“Hoje eu vou de DPS…”

Só que não. Infelizmente é comum os jogadores ignorarem a função de suporte em detrimento à outra classe que possa ganhar a jogada da partida. Seja coerente: se você não está a fim de jogar de suporte seja quais forem os motivos, peça para que outro jogador vista a função. Se você é excelente jogando de suporte, não invente moda: assuma seu posto, sobretudo no competitivo. Deixe para treinar outros personagens no Arcade e no Jogo Rápido.

Valorize a comunicação

É comum jogadores fecharem o áudio a fim de evitar estresse (nos consoles isso é 99% frequente). Não faça isso. A comunicação é a chave para o sucesso. Não escutar a equipe (sobretudo o suporte) pode ser totalmente prejudicial e ninguém ganha esse jogo sozinho. Não adianta avançar contra três tanques sozinho sendo que a estratégia combinada por voz ou chat foi se agrupar primeiro.

Seja gentil

Seu suporte não está sendo efetivo? Peça gentilmente para trocar por outro que possa ser melhor. Ninguém se beneficia com grosserias. Seus “inimigos” são a outra equipe, não sua própria.

Você sabe o que um suporte faz de verdade? Não? Jogue com uma personagem dessa classe e veja como ele funciona. O jogo tem mais de 20 bonecos, você não precisa jogar de ofensivo ou tanque todas as vezes. Jogando de suporte, você pode aprender a valorizar o seu colega que escolheu essa classe e entender o quão importante ela é.

Seu suporte não é obrigado

Os bonecos de suporte são em sua maioria frágeis. Atitudes suicidas não são bem vindas pra eles. Não adiantar usar uma investida no meio da equipe inimiga e querer que seu suporte o acompanhe: em 90% dos casos você vai morrer, e ele logo em seguida, senão primeiro.

Não é porque você tem uma conexão de vida com a Mercy que você ficou imortal. Aja com sabedoria e não coloque sua equipe em risco. Se você se enfiou nessa situação e morreu, foi porque agiu mal. Sua equipe se beneficiou muito mais com o suporte que não te acompanhou dando assistência pra quem ficou.

Enfim, se você joga de suporte, continue por favor! Se você não joga, entenda que ele é importante e que deve ser protegido e respeitado.

Você joga de suporte? Comente!

ESCUTE NOSSO PODCAST

Sobre o autor | Website

Jogador casual de forma séria, interessado em qualquer coisa que possa ser controlada numa TV. Habilidades questionáveis em jogos de tabuleiro e agraciado pela sorte em 50% dos casos. "A imaginação é a essência da descoberta"

Receba todas as noticias do mundo de Overwatch!

100% livre de spam.